Quinta, 19 de Outubro de 2017
Por Kimberly Carvalho  |  2017-05-21 17:10:40
A+ A A-

Os valores supremos e a educação brasileira

Em tempos de total desapego pelos valores supremos e em que a todo momento nos vemos sendo questionados a respeito de tais valores, é necessário que paremos para pensar: qual é  nosso papel? Como devemos nos comportar em meio ao convívio social? Diversos setores da sociedade são manipulados com um único objetivo, a destruição dos valores supremo e das tradições cristãs. A atual geração se convenceu, infelizmente, de que é autossuficiente e de que não precisa de ninguém para seguir sua vida; uma geração de pessoas que não utiliza os valores e a experiência do passado para viver o hoje e o agora. Pior, não sabem como emprega-los para construir seu futuro.

E é para esta geração que os setores da sociedade ligados à educação e à produção de conhecimento, como as escolas, universidades, sindicatos de professores,  Ministério da Educação (MEC), União Nacional dos Estudante (UNE), União Brasileira dos Estudante Secundaristas (UBES), levante popular da juventude, todos ligados a partidos de extrema-esquerda, como PCdoB, PSOL, PSTU, PT, utilizam suas ferramentas políticas e ideológicas com um único objetivo: destruir todos os valores e princípios que tornam Deus O centro do mundo material e espiritual. Nesta mesma sociedade, em que tais valores são questionados a todo momento, composta por indivíduos, susceptíveis a ideais de autossuficiência e independência, ferramentas como estas são muito úteis para a destruição dos referenciais axiológicos que nos permitem nos reconhecer como dependentes de Deus, e não de nós mesmos, apenas.

Mas quais são estas ferramentas utilizadas pelos grupos revolucionários supracitados para a total destruição dos valores supremos? Já ouviram falar da ideologia de gênero? Já ouviram falar dos ideais marxistas? E dos conceitos de evolução Darwinistas, que se apresentam como a solução para o criacionismo? Pois é, são estes alguns dos exemplos que posso levantar no momento como conceitos que velam pela destruição do que a axiologia vem a estudar como teoria dos valores, e neste caso os valores do Evangelho.

Siga o CanaãBRASIL no Twitter e no Facebook  

LEIA TAMBÉM

DEIXE SEU COMENTÁRIO

* E-mail:
* Senha:
Seja o primeiro a comentar esta matéria!